09/08/2010

Problemas Mundanos?

Ainda me lembro quando me deparava com questões, dúvidas e dilemas de fácil resolução: qualquer coisa simples como saber a tabuada de cor, distinguir o certo do errado, evitar fazer asneiras e quando as fazia pedir desculpa ou até mesmo fazer birra porque queria aquilo e não o outro.
Lembro-me quando tudo parecia ser preto no branco, é aquilo, logo não é o outro.
Queria voltar aí.
Agora descubro que tudo não passava de um mero sonho, e que bom sonho que era.
Sinto-me completamente desamparada no mundo em que vivo.
Hoje qualquer passo que dê, tropeço dois para trás. As coisas deixaram de ser claras e certas, para passarem a ser de um cinzento nublado difícil de interpretar. Se olhar para o que me rodeia como criança sofro por ignorância e inocência; se olhar para ele como um adulto, e não, não o sou, sinto que perco parte da candura que deveria ter. Então como devo pensar, agir?
Cada decisão mal tomada, mesmo que sinta que foi a correcta pode fazer com que tudo o que construí me caia em cima.
Tenho que recomeçar sem saber bem por onde, pois estou claramente confusa.
Onde estão os meus adorados problemas mundanos?
Onde está a certeza de que toda esta entropia mental vai eventualmente organizar-se...

4 comentários:

m disse...

miau, tinha saudades de ler coisas assim.

so right cate...

m disse...

não catarina, não faz mal, não poderias adivinhar, nem seria justo spoilar a festa, nem eu tinha força para nada. mas obrigada :3

miguii disse...

Primeiro o arrependimento...Depois a bonança.

Estou aqui.Tu sabes disso :D

Vasco disse...

Cada um faz as suas escolhas, é essa uma das belezas da vida. E eu, independentemente de ser um sonho ou não, escolhi ver o mundo como uma criança. Prefiro a ignorância e inocência à infeicidade que é ser adulto :)