20/02/2009

Desagregada

"A sociedade não se adapta a nós, nós é que nos adaptamos à sociedade."

Mas porque é que eu tenho que me adaptar a uma coisa quando não concordo com os seus ideais, os seus princípios. Não será isso, à partida, errado?
Será que tenho mesmo que me adaptar a ela ou basta-me andar paralelamente a ela? Pois bem sei que ela nunca se adptará a mim.
Está muito errado, a meu ver, sermos aquilo que os outros querem que sejamos. Acabamos por nem agradar aos outros nem a nós próprios e acabamos por andar às voltas num carrocel de mentiras e falsidades que quando começa nunca pára.
Mais ainda, nós é que fazemos sociedade, talvez a culpa dos seus ideais serem errados seja nossa, nesse caso, cabe-nos a nós corrigi-los e não é simplesmente aceitando o mundo e a sociedado como ela é, que isso vai acontecer.
Nunca irei obrigar a sociedade a adaptar-se a mim, mas eu também não devia ser obrigada a adaptar-me a ela.
Seria bom que pudessemos coexistir desta maneira, no entanto nunca pertencerei à sociedade se não me adaptar a ela - para haver uma coisa não pode haver a outra.
Será sempre assim?
Existe o "eu" e existe o "eles".
Pergunto-me quando existirá o "nós".

2 comentários:

Diogo Valente disse...

errado escreve-se "errado" e nao "erradp

Catarina, a Elfo disse...

esse comentario merece isto .|.
-.-''